Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DE VILA REAL

Fundada a 5/12/2008. Sede: Praça Dr. António Gil, nº 4, 2º Dto, Vila Pouca de Aguiar.

Fundada a 5/12/2008. Sede: Praça Dr. António Gil, nº 4, 2º Dto, Vila Pouca de Aguiar.

ASSOCIAÇÃO DE XADREZ DE VILA REAL

Contactos: axvr@sapo.pt / 968073175

emblema AXVR

Palmarés: 7 Títulos nacionais

2009/10: Agna Gabriel (Benfica Vila Pouca de Aguiar) - sub 18 femininos, semi-rápidas.. 2010/11: Agna Gabriel (AV Escola Pedras Salgadas) - sub 20 femininos, semi-rápidas.... 2010/11: Tânia Yé (AV Escola Pedras Salgadas) - sub 10 femininos, clássicas................ 2011/12: Agna Gabriel (ACD Rebordochão) - sub 20 femininos, semi-rápidas................ 2012/13: Sara Gomes (ACD Rebordochão) - sub 8 femininos, rápidas........................... 2012/13: ACD Rebordochão – equipa feminina de jovens, rápidas................................ 2013/14: Lara Rodrigues (ACD Rebordochão) - sub 8 femininos, semi-rápidas...............
02
Out10

1º Circuito de Xadrez de Trás-os-Montes e Alto Douro

evpa

Motivações:

A Associação de Xadrez de Bragança em parceria com a Associação de Xadrez de Vila Real organiza para a época desportiva 2010/2011 o 1º Circuito de Xadrez de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Este circuito tem como objectivo principal a divulgação da prática do xadrez nos distritos de Bragança e Vila Real, assim como nos concelhos fronteira dos distritos da Guarda e Viseu, que neste momento não têm associações distritais.

As AXB e AXVR têm vindo a organizar vários torneios nesta época e nos últimos anos, sendo que a criação do circuito visa por um lado potenciar essas realizações, criando mais condições para o aparecimento de novos eventos, aumentando a participação de jogadores destas regiões interiores, mas também criar um forte pólo de interesse para jogadores de todo o pais e da vizinha Espanha, esperando com isso aumentar a visita regular a estas zonas, gerando um impacto relevante no turismo e naturalmente na quantidade e nível técnico dos nossos jogadores.

Toda a região que dá nome ao circuito tem inúmeros pontos de interesse turístico que importa promover, julgamos por isso que esta iniciativa terá uma utilidade relevante em termos económicos e culturais.

Independentemente da tradição que o xadrez possa ou não ter nas várias zonas, a nossa experiência diz-nos que há sempre um grupo maior ou menor de amantes do xadrez em todos os locais do país, que aguardam por uma oportunidade de participar num evento na sua zona.

Neste sentido vimos por este meio desafiar as entidades a contribuir para este circuito, com a realização de pelo menos um torneio de xadrez na respectiva área de influência.

Desde que se cumpram alguns preceitos regulamentares, poderão fazer parte do circuito todo o tipo de torneios independentemente da sua dimensão e objectivos.

A organização do circuito está naturalmente disponível para apoiar logísticamente nessas organizações.

Contactos:

Carlos Carneiro – AX Bragança – carlos.carneiro.2008@gmail.com

António Pedroso – AX Vila Real – apaulopedroso@hotmail.com

Regulamento

Regras técnicas e operacionais:

1. Duração do circuito: 01/10/2010 a 30/09/2011

2. Concelhos abrangidos:

Alfandega da Fé, Bragança, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro, Torre de Moncorvo, Vila Flor, Vimioso, Vinhais, Alijó, Boticas, Chaves, Mesão Frio, Mondim de Basto, Montalegre, Murça, Peso da Régua, Ribeira de Pena, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Valpaços, Vila Pouca de Aguiar, Vila Real, V.N. Foz Côa, Figueira de Castelo Rodrigo, Lamego, Armamar, Tabuaço, S.João da Pesqueira.

3. As organizações deverão contactar-nos previamente para acertarmos aspectos logísticos em geral e principalmente planear datas, de forma a evitarmos coincidências com provas dos vários calendários nacionais de eventos.

4. Todos os eventos deverão ser anunciados com pelo menos 30 dias de antecedência e de 45 dias para torneios de partidas clássicas.

5. Os eventos podem ter qualquer duração, entre uma tarde e vários dias, desde que seguidos.

6. Poderão ser jogados em qualquer ritmo de jogo tendo como mínimo semi-rápidas de 15 minutos por jogador.

7. Poderão ter ou não prémios em dinheiro.

8. Os eventos terão que ser abertos á participação de todos. (federados, estrangeiros, etc.)

9. A importância relativa de cada evento para a classificação final será medida pela aplicação dos factores expressos no quadro seguinte (ponto 13), que valorizam cada torneio em função do ritmo de jogo, número de rondas e valor total dos prémios em dinheiro:

10. Para as classificações finais do circuito (absoluta, escalões, equipas e especiais), serão consideradas as 10 melhores pontuações de cada jogador.

11. Para a classificação final do circuito serão aplicados os seguintes critérios de desempate:

• Maior numero de partidas clássicas disputadas

• Maior numero de torneios disputados

• Classificação considerando todos os torneios participados

12. Todos os torneios deverão ser regidos pelas regras da FPX e FIDE.

13. Tabela de factores (Nível)

 

Prémios euros Semi-Rápidas de 15 a  45 m/rondas  Clássicas minimo 2 h KO/rondas
5 6 7 8 9 5 6 7 8 9
000/500 10 11 12 13 14 20 22 24 26 28
501/1000 14 15 16 17 18 24 26 28 30 32
1001/1500 15 16 17 18 19 25 27 29 31 33
1501/2000 16 17 18 19 20 26 28 30 32 34
2001/2500 17 18 19 20 21 27 29 31 33 35
2501/3000 18 19 20 21 22 28 30 32 34 36
3001/3500 19 20 21 22 23 29 31 33 35 37
3501/4000 20 21 22 23 24 30 32 34 36 38
4001/5000 21 22 23 24 25 31 33 35 37 39
5001/6000 22 23 24 15 26 32 34 36 38 40
6001/8000 23 24 25 16 27 33 35 37 39 41
8001/10000 24 25 26 27 28 34 36 38 40 42
+ de 10.000 25 26 27 28 29 35 37 39 41 43

 

(FFC) Factor adicional para jogadores fora dos Concelhos envolvidos = 1,2

14. Para o cálculo dos pontos de circuito multiplica-se os pontos obtidos no torneio pelo factor do torneio, aplicando-se o factor FFC quando se verifique.

15. Ex: um jogador de um clube do Porto participa num torneio de factor 20 e consegue 5 pontos. Calculo: 5 x 20 x 1,2 = 120 pontos

16. Considera-se para efeitos de proveniência: a localização do clube no fim do circuito, caso jogue por algum, não jogando considera-se a residência.

17. Prémios de circuito:

Sem prejuízo de outros prémios a atribuir e anunciar, que resultem de apoios entretanto obtidos, serão atribuídos os seguintes:

• Troféus para os 10 primeiros classificados absolutos

• Troféus para os 3 primeiros de cada escalão etário (Sub8 a Veteranos)

• Troféus para os 3 primeiros femininos

• Troféus para as 10 primeiras equipas (contam todos os jogadores do clube)

• Troféus para os 5 jogadores mais participativos no circuito (total de jogos disputados)

• Troféus para os 3 primeiros em ritmos semi-rápidos

• Troféus para os 3 primeiros em ritmos clássicos

A entrega de prémios será efectuada no primeiro torneio do 2º circuito (Outubro 2011)

18. Todos os casos omissos serão resolvidos pela organização.